© Associação Casapiana de Solidariedade 2017

 

Olá, lindo dia o de hoje!

 

Já lá vão três anos, feitos em Janeiro passado, desta nossa missão de dirigir a Associação Casapiana de Solidariedade, a nossa ACS.

 

Foram três anos de observação, tomar pulso e de decisões na gestão da Associação, tarefa interessante, nada fácil mas muito dentro da capacidade humana de racionalizar as decisões e os atos no nosso hemisfério racional que se pode resumir em “mal feito” ou “bem feito” reconhecido ou não reconhecido pelos sócios e por toda a comunidade.

 

Temos de reconhecer que o mais interessante e ao mesmo tempo gratificante, desde ponto de vista pessoal de cada um dos membros da direção anterior e da atual, é seguramente a nossa ação e satisfação emocional pelo sentimento de tarefa a cumprir e nunca acabada de dar bem estar, cuidados e proporcionar felicidade aos nossos residentes e sócios.

 

Quando deambulamos pelas instalações do Lar e mesmo sem saber de cor o nome do todos e todas sentimos que residentes e funcionários são parte de uma grande família à imagem da nossa (outra) grande família Casapiana.

 

É esse espírito de solidariedade e de amparar quem precisa que está no nosso código genético dos Casapianos e, esse espírito, sente-se no nosso Lar da ACS.

 

Os projetos estão em marcha, ampliação das instalações, Núcleo de Convívio e Partilha, atividades no exterior, visitas turísticas e temáticas na nossa nova “carrinha adaptada” (temos que a batizar), a animação está em permanente melhoria e a nossa gente em atividade, procuramos a excelência todos os dias e temos muito orgulho no trabalho dos nossos colaboradores.

 

Este ano de 2015 será, ainda, um ano de dificuldades para o país, para as pessoas e as empresas pelo que a Direção da ACS irá com o apoio de todos, sócios, colaboradores e residentes ultrapassar todas as dificuldades e trabalhar para o bem estar de todos e continuaremos a não deixar ninguém para trás.

 

Forte abraço a todos,

 

Luís Filipe Figueiredo​

Presidente da ACS

Mensagem do Presidente